segunda-feira, 7 de fevereiro de 2011

Saudade

Uma amiga me perguntou sobre a minha viagem à casa da minha irmã:
-  Deu para matar a saudade?
Parei por instantes, esta pergunta me fez pensar.
- Nao! Não matei a saudade, ela se renovou. Eu voltei de viagem e sinto uma nova saudade da minha irmã. Então respondi assim:

Saudade é uma coisa tão boa, não é? Por mais que a gente tente matá-la, ela sempre volta... Aí temos que nos organizar para visitar novamente as pessoas queridas... E novamente... e tantas outras vezes. A saudade nos faz lembrar que as pessoas existem. A saudade nos move para buscar por aquilo que nos faz bem.
Quero sempre poder sentir saudades, sinal que amo, sinal que desejo, sinal que tenho pessoas queridas!
Êta saudade boa!

A saudade é esperança.

E vou mais longe, a saudade não é a falta. A saudade traz para o presente todas as pessoas que já se foram, não importa para onde e não importa se um dia elas vão voltar. A saudade traz a lembrança, a saudade traz a presença, a saudade de alguma forma nos coloca em contato com aqueles que se foram.
Vocês já perceberam como lembrar das pessoas faz o nosso corpo reagir? Soltamos um sorriso, por vezes o coração até dispara... E não demoramos para dizer: Ai que saudade!

Bom, vou para por aqui porque estou começando a ficar piegas e não gosto muito disto.

(dedico à minha amiga Anelyssa que me inspirou, à minha irmã Cristina que está tão longe e à todas as pessoas queridas de quem sinto saudade hoje)

Hoje mando beijos!
Namastê!
Paula Ubinha


6 comentários:

  1. Eu já sinto saudade da aula de yoga, pois descobri na prática uma extensão do "consentimento"...
    E nessa falta boa que fica, meu peito se enche.
    Namastê!

    Cleide

    ResponderExcluir
  2. Cleide,
    Obrigada pelas palavras cheias de bons afetos!
    Namastê!

    ResponderExcluir
  3. saudade, amor...que saudade...
    Silo.

    ResponderExcluir
  4. Muito bonita a nova cara do Blog. Parabéns

    ResponderExcluir
  5. Obrigada Robson, o cara do blog ainda está na fase de reconstrução. Espero chegar em breve a um bom resultado.

    ResponderExcluir
  6. Ionara Urrutia Moura13 de dezembro de 2012 03:22

    Amei...realemnte é uma forma linda de perceber eate sentimento ...a saudade...
    Não tem cara de apego, não tem cara de rancor pelo que não temos mais,tem cara apenas de presença.
    Amei...de agora em diante, quando eu sentir saudade vvou pensar em presença e não em ausência....
    Menina , tu é porreta mesmo eim????
    Beijo enorme , com , desde já, saudade da aula de yoga!!

    ResponderExcluir